TRILHA SONORA

sexta-feira, 21 de abril de 2017

SOBRE BEIJO


Do encontro e do cenário
Eu me lembro com clareza
Do coração pela boca
Batendo forte em destreza
Dos olhos e riso teu
A primeira vez que eu
Te beijei sem ter certeza.

O primeiro e o derradeiro
A gente jamais esquece
As tantas juras de amor
Que os beijos fazem em prece
Os que ficam incontidos
Os roubados, escondidos
E os que a gente não merece...

Se eu pudesse calcular
Quantos beijos eu te dei
Quantos beijos tu me destes
E quantos não precisei
Porque por telepatia
A gente também fazia
O nosso amor sem lei

Beijo na face e na testa
Beijo de boca e de mão
Beijo com sabor de beijo
Beijo com café e pão
Beijo com gosto de mate
E os beijos de chocolate
Que me destes com paixão

Beijo antes de dormir
E beijos abençoados
Nossos beijos de bom dia
E beijos bem demorados
Beijos com sabor de mel
Beijos com gosto de fel
E beijos apaixonados

Lembro-me todos os beijos
Dos carinhos, das ternuras
Das bocas que se encaixavam
No clarão ou nas escuras
Da forma de nos unir
Até na hora de dormir
Diante das desventuras

De tantas bocas que eu tive
De tantas que fui beijada
Só a tua, oh meu bem!
Deixaram-me viciada
Se eu pudesse escolheria
A forma que padecia
Era em teus lábios colada.

Helena Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DÊ SEU PITACO: