TRILHA SONORA

quarta-feira, 16 de março de 2016

SOBRE A VONTADE DE FICAR


Não afirme que a nossa relação
Foi trocada por dinheiro, luxo e fama
Que as verdades superaram qualquer drama
E a sua teoria vai ao chão
Mas o fato é que não tem precisão
De mentir pra poder se enganar
Se no fim você mesma vai provar
Que a saudade bateu na despedida
Como um vento passei na sua vida
Mas eu fui com vontade de ficar!

Eu me lembro de cada juramento
Que fizemos nas noites de inverno
Um amor que dizia ser eterno
Acabou no primeiro advento
Impossível aceitar que o casamento
Tenha sido desfeito no altar
Mas a vida é como onda em meio ao mar
E a maldade acaba sendo destruída
Como um vento passei na sua vida
Mas eu fui com vontade de ficar!

Você pode afirmar para os parentes
Que não pode me dar nem mais respeito
Você pode gritar, bater no peito
Pra dizer que mais nada por mim sentes
Você vai devolver os meus presentes
Pra mais nada de mim querer lembrar
Só não pode do peito me arrancar
Que a paixão vai e abre uma ferida
Como um vento passei na sua vida
Mas eu fui com vontade de ficar!

Fico aqui matutando em meu juízo
O motivo da sua traição
O porquê dessa insatisfação
Se eu era o motivo do seu riso
Se fui eu quem ficou no prejuízo
Sem poder nem um beijo lhe ofertar
Fui privada do direito de amar
E no fim da história fui banida
Como um vento passei na sua vida
Mas eu fui com vontade de ficar!

Sei que agora que tudo se acabou
A imagem do amor foi para lama
Só que a noite deitada em sua cama
Você lembrar das noites que me amou
Nós sabemos o porquê do “acabou”
Mas você sempre insiste em me culpar
Se um dia você quiser voltar
Vai ser duro, mas a magoa é esquecida...
Como um vento passei na sua vida
Mas eu fui com vontade de ficar!

(Helena Cardoso)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DÊ SEU PITACO: