TRILHA SONORA

domingo, 16 de março de 2014

PRA QUEM AMA NA DISTÂNCIA


Quando a gente se afasta da pessoa
Que mais quis ver feliz do nosso lado
Mesmo estando, às razões, determinado
No silêncio da boca o peito ecoa...
Porque a falta é o espinho que magoa
Quando o orgulho ferido desinflama
E é difícil encarar de noite a cama
Tendo um lado vazio congelando...
Dar o braço a torcer de vez em quando
É um santo remédio pra quem ama.

(Pedro Torres)